Pesquisa

Linha Telefónica Informar e Apoiar Mais

213 610 465 | dias úteis | das 9h30 às 13h e das 14h00 às 17h


A Alzheimer Portugal tem em funcionamento uma linha de apoio para cuidadores de pessoas com Demência, assim como para todos aqueles que desejem obter mais informações.

A linha telefónica (213 610 465) funciona todos os dias úteis, das 9h30 às 13h e das 14h00 às 17h.

A existência desta linha de apoio é possível graças ao cofinanciamento pelo Programa de Financiamento do INR, I. P. às ONG, desde 2014, com vários projetos que têm permitido garantir a continuidade deste serviço.

Este projeto consiste na disponibilização de um serviço de atendimento telefónico nacional, inexistente até à data em Portugal, que visa dar resposta à necessidade de esclarecimentos não só de pessoas com Demência, cuidadores formais e informais, mas também da sociedade em geral. Trata-se de um serviço bastante inovador e de âmbito nacional que procura dar uma resposta com caráter imediato aos pedidos de informação de todos os que contactem esta linha de atendimento telefónico.

O seu objetivo principal é o de prestar informações e esclarecimentos imediatos sobre questões gerais relacionadas com a demência e sobre como lidar com as pessoas com demência.

Os seus objetivos específicos são aumentar os níveis de informação de todos os que procuram a linha de apoio informativo, efetuar uma triagem de necessidades com apoio psicológico em situação de crise quando necessário e encaminhamento das situações para o GAPS sempre que o pedido se prenda com a resposta dada por este gabinete.

Com esta linha de atendimento informativo telefónico pretende-se dar resposta a:

  • Pedidos de informação gerais sobre sintomatologia;
  • Pedidos de contatos de especialistas;
  • Pedidos de informação sobre como lidar com pessoas com Demência;
  • Pedidos de informação sobre os serviços disponibilizados pela Alzheimer Portugal a nível nacional;
  • Pedidos de informação sobre os serviços disponibilizados pelos parceiros da Alzheimer Portugal (todos os protocolos estabelecidos);
  • Resposta de apoio psicológico em situação de crise;
  • Encaminhamento para Gabinete de Apoio Psicossocial da Alzheimer Portugal

 

 

Projeto “Informar e Apoiar Mais” |  Resultados em 2017 

O Projeto Informar e Apoiar Mais para 2017, consiste num serviço base de atendimento telefónico nacional com atendimentos presenciais e consultas de apoio psicológico, entre outros. Trata-se de um serviço inovador que procura dar uma resposta imediata aos pedidos de informação de todos os que contatem esta linha, incluindo as próprias pessoas com Demência. Pretendeu-se inovar neste projeto através do alargamento a atendimentos e consultas presenciais de apoio psicológico na crise num setting terapêutico adequado. 

 

O Projeto Informar e Apoiar Mais teve um forte impacto para as pessoas com Demência ao nível da prestação de cuidados de forma mais adequada, pois teve em conta a especificidade de cada situação. 

 

Em 2017 o projeto abrangeu 2859 pessoas, sendo que 64% foram atendidas telefonicamente, 11,6% presencialmente, 24,2% via e-mail e 0,1% por carta. Metade da população abrangida (50%) foram filhos de pessoas com demência, seguido dos esposos (14,4%), distribuindo-se os restantes entre familiares, pessoal técnico e os próprios doentes.

 

Da população abrangida, 20,8% efetuou vários pedidos no mesmo contacto, 7,2% pretendia apoio psicológico,   7,6 % pretendiam contactos médicos e 6,8 queriam saber como lidar com a pessoa com demência.

 

Por outro lado, 28,2% pretendia saber quais os serviços da Alzheimer Portugal, 13,5% queria informações diversas e os restantes dividiram-se maioritariamente entre pedidos de contactos médicos, informações de apoios sociais e informações sobre sintomatologia, entre outros. No que concerne às diligências efetuadas, 46,1%  receberam informações diversas, 15,6% beneficiaram de diversos apoios em paralelo (ex. apoio psicológico e psicossocial), 8,2% beneficiaram de intervenção na crise e 7,3% foram encaminhados para o gabinete de apoio psicossocial. Os restantes foram encaminhados para diferentes serviços.

 

Apesar de ser uma linha de apoio nacional, 2,8% dos atendimentos foram realizados a pessoas residentes em outros países.

 

 


INR
Projeto cofinanciado pelo Programa de Financiamento a Projetos pelo INR, I. P.