Pesquisa

Marisa Matias visita Alzheimer Portugal

Alzheimer Portugal
Marisa Matias afirma que para que exista um Plano Nacional para as Demências apenas é necessária vontade política.
Autor Tatiana Nunes 
Data 15-05-2014 
Marisa Matias visitou hoje, uma vez mais, o Centro de Dia da Alzheimer Portugal em Lisboa. De acordo com a eurodeputada do Bloco de Esquerda â??Não se pode fazer nem desenhar estratégias europeias sem ir aos sítios, pois há diferenças muito grandes de país para país. É preciso ir aos sítios para perceber quais são as necessidades.»

Marisa Matias afirma ainda que é urgente a criação de um Plano Nacional para as Demências no nosso país. â??Uma das recomendações da estratégia europeia de combate à Doença de Alzheimer é que haja planos nacionais em todos os países e nós aí estamos muito recuados face àquilo que tem sido feito nos outros países. Agora fala-se em mais uma reunião para avançar com a elaboração do Plano. Já se falava antes de eu começar o relatório em 2009. Vai tardando, mas ele é muito necessário».

A eurodeputada adianta ainda que â??nos hospitais, nos centros de saúde, nos lares de terceira idade, nos centros clínicos, nos gabinetes de apoio psicológico, precisamos de meios que respondam às necessidades específicas desta população e é para isso que serve o Estado Social, é para isso que servem os serviços públicos.»

Durante toda a visita, Marisa Matias fez questão de conhecer o funcionamento do Centro de Dia e o trabalho desenvolvido pelos técnicos, para além de ter conversado e interagido com os utentes.

Marisa Matias foi a primeira eurodeputada portuguesa a assinar a Petição Europeia para as Demências, iniciativa da Alzheimer Europe e das associações nacionais que a integram, para continuar a luta contra a doença de Alzheimer e transformar a demência numa prioridade nacional e europeia de saúde pública. Esta petição é, no fundo, um convite aos candidatos eleitorais para assumirem o seu compromisso e envolvimento ativo para com a causa das demências.

No final da visita, Marisa Matias respondeu ainda a algumas questões à Alzheimer Portugal.

Alzheimer Portugal - O que a levou a assinar a Petição Europeia para as Demências?
Marisa Matias - Esta petição tem obviamente os requisitos básicos e mínimos que deveriam ser cumpridos no espaço europeu para que as pessoas com Doença de Alzheimer, cuidadores, familiares, profissionais que estão envolvidos poderem trabalhar com dignidade e ser cumprida a Carta dos Direitos.

Alzheimer Portugal - Na sua opinião, por que motivo até ao momento apenas dois dos eurodeputados, sendo um deles a própria Marisa, assinaram a Petição Europeia para as Demências?
Marisa Matias - Confesso que não sei explicar. Parece-me tão evidente e de tão bom senso, que não consigo explicar. Também nas negociações do Relatório acabei por perceber isso. Às vezes há coisas que nos parecem muito evidentes a nós e não são assim tão evidentes para os outros.

Alzheimer Portugal - O relatório elaborado pela Marisa em 2011 insta a União Europeia a tornar a doença de Alzheimer e outra formas de demência numa das suas prioridades na área da saúde. A nível europeu, que trabalho está a seu feito no neste sentido? Já viu alguns resultados?
Marisa Matias - Sim, mas a nível europeu, em alguns países. Em Portugal, infelizmente ainda não vimos nada. Portugal é dos poucos países europeus que não tem ainda um Plano Nacional para as Demências.

Alzheimer Portugal - O que é que acha que é preciso para que em Portugal se consiga efectivamente ver estas directrizes ser postas em prática?
Marisa Matias - Desde logo tem que se avançar com uma questão tão básica como a Elaboração do Plano Nacional para as Demências. Há tantos anos que se fala neste Plano, mas ainda não temos um mapeamento das necessidades, não temos nada. Como é que se pode dar resposta a um problema que não se conhece na totalidade? Sendo esta uma das questões mais burocráticas é, talvez, uma das mais essenciais para que todas as outras fizessem caminho.

Alzheimer Portugal - O que é que falta para que esse passo seja dado em Portugal?
Marisa Matias - Vontade política. Só isso!


Em 2011, o Parlamento Europeu aprovou o relatório «sobre a iniciativa europeia em matéria de doença de Alzheimer e outras demências», elaborado por Marisa Matias. Neste Relatório é veementemente solicitado que os Estados-Membros desenvolvam planos nacionais dedicados a estas doenças.

No entanto, e muito embora, num ou noutro momento, representantes dos principais partidos nacionais já tenham publicamente expressado a importância das demências como prioridade nacional de saúde pública, a verdade é que ainda nada de concreto aconteceu em Portugal.