Pesquisa

Consultas de Nutrição


A Alzheimer Portugal disponibiliza, nos Serviços de Lisboa, consultas de Nutrição para pessoas com demência ou cuidadores

As marcações das consultas  deverão ser feitas diretamente com os serviços de Lisboa da Alzheimer Portugal para o número 213 609 300.

As consultas realizam-se nas instalações do Centro de Dia Professor Carlos Garcia, na Avenida de Ceuta Norte, lote 1, lojas 1 e 2, 1350-410 Lisboa

Para beneficiar das consultas deve ser Associado da Alzheimer Portugal, com as quotas regularizadas. As consultas podem ser direcionadas para as pessoas com demência e/ou seus familiares, desde que sejam associados da Alzheimer Portugal.

O pagamento das consultas é feito no local, no dia da consulta. Alerta-se para a inexistência de multibanco.


As consultas de nutrição têm a finalidade de:

  • identificar e acompanhar o estado nutricional da pessoa;
  • identificar carências nutricionais e corrigi-las;
  • planificar a alimentação em função das necessidades da pessoa;
  • planificar a alimentação adaptada à fase da doença em que a pessoa se encontra e das dificuldades apresentadas;
  • fornecer suporte aos cuidadores na escolha de alimentos / planificação da dieta.


A importância da Nutrição
A proteção das funções cognitivas, conhecida como neuroproteção, envolve estratégias que defendem o sistema nervoso central de doenças degenerativas.

As principais alterações na patogénese da neurodegeneração são a ativação pro-inflamatória, a ativação de células imunológicas e a depleção do sistema antioxidante.

A dieta e os estilos de vida são atualmente reconhecidos como fatores determinantes da neuroproteção.

Estima-se que cerca de metade dos casos de doença de Alzheimer (DA) no mundo possam ser potencialmente atribuídos a fatores de risco modificáveis, tais como a dieta e os estilos de vida.

Também o excesso de peso e a obesidade se associam a menor desempenho cognitivo, declínio cognitivo e demência.

As pessoas com maior adiposidade estão em maior risco de desenvolver DA e a adiposidade central associa-se a declínio cognitivo e demência.

A gordura corporal promove a inflamação. Na DA existe menor capacidade antioxidante e os doentes apresentam maior dano oxidativo nos lípidos de membrana, proteínas e no DNA, nos estados avançados da doença.

Dois fatores consistentemente associados a menor risco de declínio cognitivo são a prevenção da obesidade, a perda de peso e exercício físico, bem como a dieta mediterrânica, rica em crucíferas, tomate, vegetais de cor verde escura, óleos vegetais, pescado, fruta, oleaginosas e pobre em carnes vermelhas, processadas e em gorduras animais.

A intervenção dietética é mais eficaz e significativa em pessoas assintomáticas, na fase pré-clínica, antes de desenvolverem incapacidade funcional e demência. Contudo, alterações nas escolhas alimentares em linha com a dieta mediterrânica e estilo de vida mesmo em idade avançada podem abrandar o processo fisiológico de neurodegeneração, reforçar o sistema imunológico e permitir uma melhor recuperação de estados inflamatórios.

Sendo que a DA se inicia 20 a 30 anos antes dos sintomas de perda de memória, várias estratégias nutricionais bem como outras no estilo de vida são a forma mais apropriada para gerir e prevenir a doença.

O corpo de evidência científica sugere que várias intervenções dietéticas podem ser efetivas na prevenção e gestão da DA, incluindo a fase pré-clínica, declínio cognitivo moderado e demência associada à DA, bem como no declínio cognitivo no geral.

Praticar a dieta mediterrânea, a ingestão de alimentos ricos em ácidos gordos ómega-3 para pessoas com declínio cognitivo ligeiro, flavonoides e vitaminas do complexo B naqueles com declínio cognitivo ligeiro, bem como naqueles que estão em risco, são algumas das estratégias consideradas pela Academia Americana de Neurologia.


Drª Inês Domingos



Para mais informações contacte:
Centro de Dia Prof. Doutor Carlos Garcia
Av. de Ceuta Norte, Lote 1, Loja 1 e 2 - Quinta do Loureiro 1350 ? 410 Lisboa
Tel.: 21 360 93 00
E-mail: info@alzheimerportugal.org