Pesquisa

Lar e Centro de Dia «Casa do Alecrim»


A Alzheimer Portugal inaugurou no dia 06 de Janeiro de 2013 a «Casa do Alecrim», o primeiro Lar da Associação, concebido exclusivamente para pessoas com demência. A 11 de Março de 2013, entraram em funcionamento as respostas sociais de Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário e, em Novembro do mesmo ano, a resposta social de Lar entrou também em funcionamento.

Localizado na Alapraia, em Cascais, este é um espaço construído de raiz a pensar nas pessoas com Demência e nas suas características muito próprias. Este é um equipamento da Alzheimer Portugal e, como tal, rege-se pelos princípios, valores e objetivos desta associação.

A «Casa do Alecrim» tem como missão disponibilizar serviços individualizados e ajustados à realidade pessoal, familiar, social, psicossocial e situacional de cada pessoa com Demência, promovendo condições e projetos de vida centrados no respeito da sua identidade e dignidade pessoal, em contexto domiciliário e equipamento ou em contexto de residência.

«Com este equipamento, resultado de muito trabalho e enorme generosidade de várias pessoas e entidades, tanto públicas como privadas, a Alzheimer Portugal dá mais um passo significativo na promoção da qualidade de vida das pessoas com demência e dos seus familiares cuidadores. A «Casa do Alecrim» foi concebida e será um centro privilegiado de prestação de cuidados e de disseminação de boas práticas», refere Maria do Rosário Zincke dos Reis, àquela data Presidente da Direção da Alzheimer Portugal.

A «Casa do Alecrim» aposta numa resposta especializada, no pleno respeito pelas características individuais e pela especificidade de cada cliente. Juntamente com a família e, sempre que possível, com a própria pessoa, é feito um Plano de Intervenção individual, que vai de encontro aos hábitos, gostos e costumes da pessoa com Demência.

Esta unidade da Alzheimer Portugal tem um programa de atividades que é a garantia da qualidade de vida dos clientes, na promoção da sua autonomia e no retardamento da progressão da doença. São realizadas diariamente atividades de estimulação cognitiva, sensorial e motora, assim como atividades artesanais, lúdicas, de lazer e espirituais, como sessões de snoezelen, tardes de poesia, sessões de musicoterapia, passeios, entre outras.

Do corpo técnico da «Casa do Alecrim» fazem parte profissionais de diversas áreas, tais como psicólogo, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, enfermeiros, assistente social, musicoterapeuta, médicos de clínica geral e médicos especialistas, o que permite uma abordagem multidisciplinar. Fazem parte da equipa da Casa do Alecrim um grupo de 22 Ajudantes de Ação Direta, que são suportadas diariamente por mais 4 ajudantes de ação direta, subcontratadas. Esta equipa de colaboradoras sendo quem tem o trabalho mais exigente e mais determinante para a qualidade de vida dos nossos clientes, merece uma especial atenção por parte da equipa técnica sendo criteriosa a sua seleção, sendo dada formação inicial e sendo diário o seu acompanhamento e supervisão de forma a se garantir a sua motivação e qualidade dos serviços prestados.

A «Casa do Alecrim» conta com agradáveis espaços de convívio para os clientes, tanto no interior, como no exterior. Os espaços exteriores foram pensados para que a pessoa com Demência se possa deslocar sem restrições e para que possa usufruir dos mesmos com total segurança. Estes espaços são estimulantes a nível de cheiros e cores, sendo pensados tendo em conta o bem-estar da pessoa com demência.

Lar

O Lar da «Casa do Alecrim» tem capacidade para 36 pessoas com Demência, residentes no Distrito de Lisboa. Destas 36 vagas, 6 funcionarão em regime privado e as restantes 30 englobarão o acordos com a Segurança Social, sendo o pagamento definido em função dos rendimentos, e segundo regras estipuladas por esta entidade.

A «Casa do Alecrim» privilegia o conforto e os cuidados individualizados. Por isso, todos os quartos são diferentes, tendo sido cada um decorado por uma decoradora voluntária, com o apoio de vários donativos, quer de pessoas individuais, quer de empresas. O facto de cada quarto ter uma decoração própria cria diversos referenciais, o que permite à pessoa com Demência identificar mais facilmente o seu quarto.

Os quartos estão bem iluminados, adaptados às necessidades das pessoas com demência. São espaçosos, com casa de banho adaptada aos diferentes graus de autonomia. À entrada dos quartos, no corredor, está colocada uma placa onde constará o nome e a fotografia da pessoa, ou algo que seja significativo para a mesma.

Todos os espaços foram construídos a pensar na segurança e, por isso, as janelas têm um sistema de contenção que não permite a abertura total e os estores abrem apenas com manivela.

Centro de Dia

O Centro de Dia da «Casa do Alecrim» tem capacidade para 15 pessoas com Demência, residentes no Concelho de Cascais, que passam o dia nas instalações, beneficiando de um conjunto alargado de atividades de estimulação com vista ao retardamento da progressão da doença e à manutenção da qualidade de vida e da autonomia da pessoa.

Os clientes das valências de Lar e de Centro de Dia irão estar no futuro em contacto, sendo as atividades planeadas de acordo com o grau de autonomia das pessoas, assim como as suas preferências, gostos e capacidades. A estimulação terá por base a «abordagem centrada na pessoa com demência», filosofia que é seguida pela «Casa do Alecrim» e que preconiza que há sempre algo a estimular e a oferecer, independentemente da fase em que se encontra a pessoa com demência.

A estimulação é adaptada ao grau de autonomia de cada um, partindo do sensorial, através dos sentidos, até ao cognitivo. É dada relevância nesta etapa a uma relação calorosa e afetuosa, onde estará presente diariamente um contato físico securizante com vista ao conforto da pessoa com demência. Com base nas atividades significativas de cada pessoa foi criado um Plano terapêutico de estimulação adequado ao grau de autonomia de cada pessoa.

Apoio Domiciliário

O Serviço de Apoio Domiciliário da «Casa do Alecrim» tem capacidade para dar resposta a 50 pessoas com Demências, residentes no Concelho de Cascais.

Para além dos serviços básicos de higiene pessoal, habitacional, alimentação, tratamento de roupas, aquisição de bens e serviços, o Serviço de Apoio Domiciliário disponibiliza ainda atividades de estimulação, tanto de fisioterapia como de terapia ocupacional.

O Serviço de Apoio Domiciliário da «Casa do Alecrim» está disponível para a criação de novos serviços que forem de encontro às reais necessidades da pessoa com demência, desenvolvendo um apoio feito à medida das necessidades da pessoa e da sua família.

Contactos:
Lar e Centro de Dia «Casa do Alecrim»
Rua Joaquim Miguel Serra Moura, n.º256 - Alapraia 2765-029 Estoril
Telefone: 214 525 145
E-mail: casadoalecrim@alzheimerportugal.org

Horário de atendimento (novos fornecedores e cuidadores. excepto familiares dos atuais utentes):
Quartas e sextas, entre as 9h e as 13h

A Casa do alecrim só recebe pessoalmente para outras informações, com marcação, pelo que terá que fazer o seu pedido de reunião para o email casadoalecrim@alzheimerportugal.org, ou contactar-nos pelo telefone 214 525 145 no horário de atendimento.

Informações sobre vagas e lista de espera
O centro de dia e o lar, estão completos, pelo que os interessados poderão fazer uma inscrição na lista de espera, enviando o seu pedido para o email casadoalecrim@alzheimerportugal.org .
Caso não tenha email, a inscrição na lista de espera de centro de dia e Lar também pode ser feita na primeira segunda-feira do mês, entre as 10h e as 13h e entre as 14.30h e as 17h, presencialmente.

Serviço de Apoio Domiciliário
O serviço de apoio domiciliário tem neste momento vagas. Se está interessado, poderá telefonar todos os dias úteis entre as 14.30h e as 17h, para fazer a inscrição junto da Assistente Social. Poderá também fazer o seu pedido por o email para casadoalecrim@alzheimerportugal.org