Pesquisa

Atividades

Aqui pode encontrar informação sobre como planear e proporcionar atividades adequadas à pessoa com Demência.

O prazer não requer memória. Existem várias atividades que nos proporcionam, diariamente, sensações de utilidade e prazer. A pessoa com Demência tem necessidade de uma boa qualidade de vida. No entanto, sem o apoio dos familiares e cuidadores, a pessoa terá menor capacidade para realizar e tirar prazer das atividades.

Idealmente, as atividades devem:
  • Compensar aquelas que a pessoa já não pode fazer;
  • Promover a autoestima;
  • Manter as competências remanescentes e não envolver novas aprendizagens;
  • Proporcionar oportunidades de diversão, prazer e contacto social;
  • Ter em consideração a origem cultural e preferências da pessoa

 

Diretrizes úteis para o planeamento das atividades:


  • Ter em consideração tudo o que fez a pessoa ser única
Isto significa conhecer o seu estilo de vida precedente, história profissional, passatempos, interesses recreativos e sociais, e acontecimentos de vida significativos.

  • Incentivar à utilização de competências remanescentes
Promova a utilização de competências que não foram esquecidas, tais como colocar manteiga no pão, lavar, regar, varrer e juntar folhas do jardim. Estas são, também, formas de a pessoa com Demência contribuir para a casa e sentir-se útil. Incentive a pessoa a ser responsável por uma área, por mais pequena que seja.

  • As atividades podem relaxar e dar prazer
Uma pessoa com Demência pode desfrutar de um passeio, mesmo que posteriormente não se lembre onde esteve. Para a pessoa, o importante é apreciar o momento, mesmo que se esqueça dele depressa.

  • Escolher atividades simples, realizadas sem pressa e com significado
Permita à pessoa o tempo e espaço necessário, de modo a que ela possa fazer o máximo possível. Concentre-se numa atividade de cada vez. Divida a atividade em etapas simples e flexíveis e comunique uma instrução de cada vez.

  • Prepare uma área de trabalho segura
As pessoas com Demência têm, frequentemente, dificuldades na perceção visual e coordenação. Certifique-se que as áreas estão organizadas e que têm poucas distrações e ruídos. Elementos tais como uma boa iluminação (sem ofuscar), lugar preferido para se sentar e zona de trabalho adaptada à altura da pessoa, são importantes. Uma forma de evitar que a pessoa quebre recipientes, é utilizarem-se recipientes de plástico.

  • Não permita atividades que evidenciem a incapacidade ou que aumentem o stress da pessoa
As capacidades da pessoa podem oscilar de dia para dia. As atividades podem ser adaptadas ou realizadas numa outra altura, caso não estejam a ser bem-sucedidas ou agradáveis.

  • Escolha os momentos que se adequam ao melhor nível funcionamento da pessoa
Para garantir o máximo sucesso na realização das atividades, é melhor escolher os momentos do dia em que a pessoa está no seu melhor nível de funcionamento. Por exemplo, para algumas pessoas é melhor caminhar de manhã ou ao início da tarde. No entanto, para as pessoas que ficam agitadas no final do dia ou que tiveram um ?dia longo? ou monótono, poderá ser melhor caminhar ao final da tarde.

  • Não estimule demasiado
Seja seletivo em relação aos passeios. Evite multidões e sítios com muito movimento e ruído, uma vez que provocam um grande desconforto na pessoa com demência.

  • Incentive a libertação de emoções
Para muitas pessoas, a música ou o contacto com bebés, crianças ou animais, pode originar sentimentos positivos. Muitas vezes, as memórias de eventos passados são mantidas e ver fotografias antigas, recordações e livros, permite lembrar tempos anteriores. A oportunidade de reviver momentos especiais pode ser profundamente gratificante. Caso a pessoa tenha sofrido uma deterioração das competências de leitura, pode optar por fazer gravações de áudio. Mostre-lhe, também, livros ilustrados e revistas das suas áreas de interesse.

  • Inclua experiências sensoriais
Algumas experiências sensoriais que podem ser apreciadas são:
- Massagem das mãos, pescoço e pés;
- Pentear o cabelo;
- Cheirar flores frescas ou pot pourri;
- Utilizar óleos essenciais;
- Acariciar um animal ou materiais de diferentes texturas;
- Visitar uma quinta de ervas aromáticas ou uma exposição de flores;
- Criar uma caixa para a pessoa remexer, que contenha coisas do seu interesse.

  • O sentido de ritmo e movimento é frequentemente mantido por mais tempo, do que a maioria das capacidades
Considere a utilização de uma passadeira ou bicicleta de manutenção, nos dias de chuva. Podem, em conjunto, assistir ou participar em aulas de dança ou passear o cão. As pessoas que fazem caminhadas, para além de desfrutarem da paisagem, realizam o tão necessário exercício físico.

  • A consistência é importante
Caso existam vários cuidadores, pode ser útil criar uma planificação escrita das atividades de cuidados. Isto irá assegurar que as atividades são consistentes e adequadas às necessidades individuais da pessoa com demência.

  • As atividades desempenham um papel importante para lidar com as alterações de comportamento
É muito importante saber o que ajuda a acalmar ou divertir a pessoa, quando ela está inquieta ou angustiada. Isto pode ser particularmente útil para os cuidadores temporários.

  • Não desista
Os erros e as falhas acontecem. Continue a tentar e, não permita que a pessoa com demência se sinta fracassada.

Adaptado de Alzheimer Australia