Pesquisa

Viajar com a pessoa com Demência

Aqui pode encontrar informação para viajar com alguém que tem Demência. São descritos alguns sinais de alerta que identificam alturas em que viajar poderá ser desaconselhado, assim como são feitas algumas sugestões para planear uma viagem.

Muitas famílias e cuidadores têm momentos felizes e gratificantes ao viajar com a pessoa com Demência. Estas viagens incluem as deslocações dentro do país ou para fora deste e podem ser realizadas para reminiscência, reuniões familiares, turismo ou mudança para uma prestação de cuidados diferente.

No entanto, viajar com uma pessoa que tem Demência pode apresentar vários perigos e desafios. Geralmente é melhor viajar nas fases iniciais da doença, uma vez que nas fases mais avançadas a pessoa pode ficar muito desorientada, agitada ou angustiada.
Embora as pessoas com Demência geralmente estejam melhores em ambientes bem organizados, familiares e estáveis, a viagem pode ser bem-sucedida caso existam condições adequadas e um planeamento cuidadoso.

Sinais de alerta para não viajar

  • Desorientação e agitação em ambientes familiares;
  • Querer voltar para casa quando se ausenta por breves períodos;
  • Comportamento desinibido, agressivo, paranoide ou delirante;
  • Problemas de incontinência;
  • Choro, ansiedade ou isolamento em ambientes ruidosos ou com muitas pessoas;
  • Comportamento agitado ou deambulação
Se algum destes sinais estiver presente, pode significar que viajar não será boa ideia. Se a viagem for inevitável, será aconselhável consultar um especialista para avaliar se a medicação pode ser útil para acalmar a pessoa. Proporcionar à pessoa uma companhia familiar e tranquilizadora deve ser a primeira opção.

Mesmo que nenhum dos sinais esteja presente, pode ser útil fazer um ensaio realizando, por exemplo, uma viagem curta que utilize o mesmo tipo de transporte que se planeia utilizar na viagem mais longa. Isto irá ajudar a estabelecer a capacidade da pessoa para viajar. Também ajuda a esclarecer se o plano original de viagem deve ser mantido ou não.

Viajar de avião

Para as pessoas que estão a planear viajar para o estrangeiro é importante procurar com antecedência aconselhamento especializado e desenvolver planos de contingência para alterações imprevistas ou cancelamento da viagem.

Considerações
  • O itinerário deve ter várias escalas, de modo a permitir à pessoa com Demência adaptar-se gradualmente às diferenças horárias;
  • Informe o seu agente de viagens de que serão necessários tempos de paragem mais longos em cada local;
  • Disponibilize tempo para procurar o melhor seguro de viagem para a situação

 

Viajar de carro

Considerações
  • Confirme se a pessoa está confortável no assento, especialmente se for uma viagem de longa distância;
  • Verifique se a pessoa necessita de ajuda para colocar ou tirar o cinto de segurança;
  • Tenha atenção à segurança da pessoa quando esta sair do carro, especialmente se estacionar numa zona de trânsito;
  • Não conduza sozinho com uma pessoa que está agitada. A sua segurança, bem como a da pessoa e das outras pessoas que utilizam a estrada pode estar em risco

 

Dicas para as famílias e cuidadores que viajam com alguém com Demência

  • Esteja preparado para fazer tudo por duas pessoas. Esta situação pode ser muito cansativa, por isso tente descansar bastante antes da viagem;
  • Motive a pessoa com Demência para utilizar uma pulseira de identificação durante todo o tempo de viagem. Confirme, também, que as seguintes informações estão na carteira ou mala da pessoa: nome, morada e número de telefone dos locais de estadia durante as férias. Identifique todas as roupas com o nome da pessoa;
  • Guarde consigo todos os elementos importantes tais como passaportes, dinheiro, horários e bilhetes;
  • Leve uma lista de contactos importantes, tais como médico e família;
  • Lembre-se de levar medicação suficiente para o período de viagem, assim como as receitas médicas;
  • Faça uma lista das medicações recentes e atuais que podem ser úteis se a pessoa com Demência ficar doente;
  • Peça ajuda. Os outros não poderão ajudá-lo se não souberem que existe um problema;
  • Esteja atento nas casas de banho grandes que têm mais do que um ponto de entrada/saída. Considere utilizar a casa de banho para deficientes, onde existe mais espaço e pode permanecer junto da pessoa;
  • Se achar apropriado, informe a companhia aérea que uma pessoa com Demência vai viajar com eles. A maioria das companhias aéreas irá prestar uma grande ajuda;
  • Se for necessário solicite ajuda ao pessoal de cabine quando a pessoa precisar de utilizar a casa de banho. Solicitar um lugar próximo da casa de banho pode ajudar a evitar deslocações maiores dentro do avião;
  • Solicitar um lugar junto do corredor de passagem pode ser útil;
  • Se for possível, registe a bagagem até ao vosso destino final. É útil utilizar malas de viagem com rodas, ou investir numa mala de peso leve;
  • Leve o mínimo de roupa. Mas lembre-se de levar para o avião uma muda de roupa para a pessoa;
  • Se ficar num hotel e a deambulação da pessoa constituir um problema, tranque a porta do quarto com uma fechadura de segurança. Pode utilizar um alarme portátil para a porta;
  • Deixe a luz da casa de banho acesa durante toda a noite;
  • As torneiras e os puxadores desconhecidos podem ser muito confusos para a pessoa com Demência. Certifique-se que liga o chuveiro e regula a temperatura da água;
  • Mantenha o sentido de humor e ria-se das coisas engraçadas que acontecerem ao longo do dia;
  • Disponibilize muito tempo para tudo


Adaptado de Alzheimer Australia