Pesquisa

Higiene

É bastante comum nas pessoas com Demência perder o interesse ou esquecer-se da sua higiene pessoal. Pode, por isso, ser complicado para as famílias e cuidadores lidar com esta situação. Descobrir maneiras de ajudar o doente na sua higiene sem discussões ou confrontação é muito importante para o bem-estar, tanto de doentes, como de cuidadores.

Tomar banho

Apresentamos algumas possíveis causas de problemas ao tomar banho e algumas das maneiras para ultrapassar a situação.

  • Falta de privacidade
Lavar-se e vestir-se são actividades íntimas e privadas. Muitas pessoas nunca se despiram à frente de outras e podem sentir-se embaraçadas ou humilhadas por precisarem de ajuda. Podem sentir-se particularmente envergonhadas se forem incontinentes e podem recusar-se a tomar banho ou a mudar de roupa para tentarem disfarçar o problema.

O que pode tentar
  • Feche as cortinas e as portas para criar um ambiente de privacidade;
  • Tape os espelhos se a pessoa já não se reconhecer a si própria. É necessário muita paciência e transmissão de confiança

 

  • Ambiente
A pessoa com Demência pode sentir-se desconfortável. A divisão da casa pode estar demasiado quente ou fria, ou produzir sentimentos de claustrofobia. As pessoas podem não estar habituadas a tomar banho ou duche diariamente. No passado as pessoas não tomavam banho tantas vezes como hoje em dia. É importante que não imponha a sua vontade acerca de quantas vezes o doente deve tomar banho.

O que pode tentar
  • Certifique-se de que a casa de banho está suficientemente quente e é convidativa;
  • Forneça luz adequada na casa de banho, particularmente à noite;
  • Pode ajudar colocar música ambiente para criar uma atmosfera calma e relaxante;
  • Tente manter a rotina de banho da pessoa. Se a pessoa sempre tomou banho à noite, mantenha esse hábitoK;
  • Equacione a hora do dia em que a pessoa está mais relaxada e o tipo de banho, duche ou banho de esponja a que está habituada

 

  • A tarefa é demasiado penosa, confusa ou complicada.
Despir-se, lavar-se ou escovar os dentes podem ser tarefas muito complicadas, devido às múltiplas etapas envolvidas. Algumas pessoas com Demência podem ter um sentido de percepção de calor ou frio alterados, causados por danos na região do cérebro que regula o termóstato interno. Podem, por isso, experienciar sensações diferentes através da água.

O que pode tentar
  • Divida as tarefas em etapas simples, explicando com delicadeza cada passo. Use linguagem simples e respeitosa;
  • Tente oferecer escolhas limitadas ? por exemplo: «Preferes um banho ou um duche?? ou ?Preferes tomar banho agora ou antes de ir dormir??;
  • Deixe que a pessoa se habitue à água antes de entrar no banho. Por vezes, molhar suavemente as mãos da pessoa, transmite-lhe a ideia de que a água não está demasiado quente. Dizer coisas como: «A água está mesmo agradável? ou ?Que boa sensação? também pode ser tranquilizante e calmante;
  • Estimule a pessoa a fazer ela própria o máximo de tarefas que conseguir;
  • Disponha o sabão, a esponja, toalhas e roupas lavadas em sequência, para que possam ser usadas quando necessário

 

  • Medos
O medo da água pode ser um problema. A pessoa com Demência pode ser incapaz de avaliar a profundidade ou temperatura da água e sentir-se amedrontada ao tomar contacto com ela.

O medo de cair pode ser outro problema. Sentir que perdeu o controlo e que está indefeso pode aumentar a falta de cooperação no banho.

A pessoa com Demência pode temer afogar-se, especialmente se a água for deitada sobre a sua cabeça.

O que pode tentar
  • Prepare o banho antecipadamente. Verifique o nível da água. Algumas pessoas preferem uma quantidade reduzida de água no banho, outras preferem ter a banheira cheia de água;
  • Tente separar a lavagem do cabelo, do banho em si;
  • Disponibilize bastante tempo e encorajamento, para que a pessoa mantenha as suas capacidades;
  • Algumas aplicações de casa de banho, tais como apoios, podem facilitar o banho

 

Outras questões de higiene

A pessoa com Demência pode precisar de ajuda para ir à casa de banho. Assegure-se de que a pessoa está limpa e seca e de que a roupa interior é mudada quando necessário. Se a incontinência é um problema, certifique-se de que a pessoa é lavada com água quente e convenientemente seca antes de colocar roupa lavada.

  • Barbear-se
Ao princípio, pode ser apenas necessário lembrar a pessoa com Demência de que deve fazer a barba todos os dias. Se já estava habituada a uma máquina de barbear eléctrica, então provavelmente conseguirá continuar a fazer a barba sem supervisão durante mais tempo. Se a pessoa está habituada a lâminas normais e se se cortar regularmente, terá de monitorizar o barbear ou mesmo fazê-lo pela pessoa.

  • Ouvidos
A acumulação de cera pode ser um problema para algumas pessoas e conduzir a dificuldades de audição desnecessárias. Fale com o médico sobre a melhor forma de limpar os ouvidos.

  • Mudança de roupa
A mudança de roupa é importante para a higiene e frescura. Estimule trocas regulares de roupa. Escolha roupa de lavagem fácil e que não requeira ser passada a ferro para diminuir o volume de trabalho. A maioria das pessoas gosta de ser elogiada pela sua aparência, especialmente quando usam roupa nova, ou quando têm um novo corte de cabelo. Também é importante este reconhecimento para as pessoas com Demência.

  • Cuidados dentários
São muito importantes check-ups regulares no dentista para verificar dentes, gengivas ou placas dentárias. É sempre aconselhável avisar o dentista quando se faz a marcação de que a pessoa tem Demência e que, por isso, pode ter dificuldade em cooperar. Pode ser necessário lembrar a pessoa de que tem de lavar os dentes ou mesmo fazê-lo por ela.

  • Unhas das mãos e dos pés
A pessoa com Demência pode esquecer-se ou ter dificuldade em cortar as unhas. É importante que sejam cortadas com regularidade pois podem acarretar problemas. Pode ser útil solicitar os serviços de um esteticista. Tenha em conta se a pessoa gosta de ter as unhas pintadas e arranjadas.

  • Cabelo
Podem ser necessárias várias tentativas até encontrar uma maneira de lavar o cabelo que seja confortável para o doente. Algumas pessoas podem entrar em stress ao lavar o cabelo durante o banho, pois não gostam que lhes deitem água sobre a cabeça. A visita a um salão ou convidar um cabeleireiro a casa pode ser uma boa alternativa. Muitas pessoas com Demência continuam a apreciar um novo corte de cabelo ou um novo penteado, gostando de se sentirem cuidadas e bonitas.

Adaptado de Alzheimer Australia