Pesquisa

Sala

Aqui pode encontrar sugestões para tornar a sala num local mais seguro e prático para a pessoa com Demência, sua família e cuidadores. Apesar das sugestões não serem aplicáveis a todas as pessoas ou situações, aqui pode encontrar uma possível solução para um problema que tenha, atualmente, nesta divisão.

Se for necessário modificar a sala, tente mantê-la o mais familiar possível. O objetivo geral será simplificar a sala para que a pessoa com Demência possa manter as suas capacidades e utilizá-la de um modo seguro. Deverá manter, se possível, um ambiente familiar que permita desencadear memórias na pessoa.

Verifique com regularidade se existem elementos na sala que possam constituir uma barreira à independência ou à segurança da pessoa, como por exemplo:
  • Arestas dos móveis;
  • Tapetes e Revestimento do chão solto;
  • Disposição da sala;
  • Armários e a forma como estão organizados;
  • Iluminação e brilho;
  • Tomadas e fios elétricos

 

O que se pode tentar...

Arestas dos móveis
A pessoa com Demência pode apresentar dificuldade em ter a noção dos limites de uma mesa ou bancada, o que poderá fazer com que colida, derrame ou parta algumas coisas. Os cantos e arestas dos móveis, em que a pessoa se possa magoar, devem ser removidos ou suavizados. Para tal, poderá por exemplo lixar, almofadar ou colocar protetores de cantos.

Tapetes e revestimento do chão solto
Certifique-se que o revestimento do chão não está solto e que as bordas dos tapetes não estão levantadas, de forma a evitar que a pessoa tropece.

Disposição da sala
É importante manter a sala organizada e retirar quaisquer obstáculos do caminho, especialmente nos sítios de passagem. A pessoa com Demência pode ter dificuldade em reconhecer as mesas de apoio baixas e, por isso, pode ser necessário removê-las.

Armários
Pode rotular os armários para ajudar a pessoa a encontrar ou a guardar as coisas. Limpe gradualmente os armários, reduza o número de itens de cada artigo e mantenha apenas algumas das coisas mais utilizadas. Se a pessoa com Demência já não conseguir utilizar os armários, tente colocar as coisas na bancada ou numa prateleira. Outra solução será tirar as portas de alguns armários de forma a permitir uma melhor visibilidade e identificação.

Retire os objetos afiados, como por exemplo utensílios para a lareira, abre cartas e tesouras, que possam causar ferimentos à pessoa.

Tranque alguns armários e gavetas, caso seja necessário, utilizando para tal trincos e fechaduras. Tenha em conta que as fechaduras muito visíveis podem ofender a dignidade da pessoa ou causar frustração.

Coloque as coisas mais utilizadas dentro do alcance fácil, de forma a dissuadir a pessoa de subir para chegar aos armários mais altos.

Se o facto de a pessoa revolver as gavetas e armários constituir um problema, coloque a maioria das coisas num armário com fechadura e, se for necessário, cubra as prateleiras com portas ou cortinas. Permita o fácil acesso a alguns armários e gavetas, cheios de coisas seguras e não essenciais, para que a pessoa possa remexer.

Iluminação
A iluminação adequada na sala pode ajudar à identificação dos objetos e promover uma circulação segura.

Tomadas e fios elétricos
Pode colocar protetores nas tomadas e certificar-se que as mesmas não estão sobrecarregadas com adaptadores duplos.

Fixe os fios elétricos ao rodapé, de modo a evitar que a pessoa tropece.

Promova as recordações
Se for possível, coloque fotografias, ornamentos e outras recordações que desencadeiem memórias. Tente mostrar fotografias de infância da pessoa com Demência. Ao mesmo tempo, pode utilizar fotografias da pessoa em eventos recentes e com familiares e amigos, de forma a fortalecer o seu sentido de identidade e memória recente.

Adaptado de Alzheimer Australia