Pesquisa

Zonas Exteriores

Aqui pode encontrar sugestões para tornar a zona exterior da casa mais segura e prática para a pessoa com Demência, sua família e cuidadores. Apesar das sugestões não serem aplicáveis a todas as pessoas ou situações, aqui pode encontrar uma possível solução para um problema que tenha, atualmente, na zona exterior da casa.

O objetivo de facilitar o acesso da pessoa com Demência à zona exterior da casa é proporcionar um espaço agradável, relaxante, seguro e que permita atividades adequadas. Idealmente também será:
  • Uma zona que acalma a pessoa;
  • Agradável para os sentidos;
  • Uma forma de evocar memórias;
  • Segura para caminhar;
  • Repousante, com lugares para sentar-se à sombra

 

O que se pode tentar...


Instale rampas e barras de segurança nas zonas em que existam desníveis significativos no chão. Os degraus devem ter uma superfície antiderrapante e um corrimão resistente. Assinale as bordas dos degraus com tinta, para ajudar a pessoa com demência a identificá-las.

Promova o acesso, tornando as entradas e saídas fáceis de encontrar. Elimine os arbustos, dê destaque à porta pintando-a com tintas de cores vivas ou coloque elementos, tais como vasos de plantas ou luzes de presença que orientem a pessoa para a porta. Se a pessoa tem dificuldade em reconhecer a casa ou em encontrar a porta da frente, pinte o portão da frente com uma cor diferente e delineie um caminho claro e óbvio até à entrada de casa, usando por exemplo os limites do jardim. Não faça quaisquer alterações enquanto a pessoa for capaz de reconhecer o caminho de forma independente, uma vez que qualquer alteração poderá confundi-la.

Coloque uma cadeira ou banco confortável e resistente no jardim, numa zona com sombra ou no alpendre, para a pessoa repousar e ajudá-la a permanecer e desfrutar mais tempo da zona exterior.
Se precisar de desencorajar o acesso a uma garagem ou abrigo de jardim, tente disfarçar a porta.

Se a pessoa com demência for incapaz de detetar a temperatura, poderá apanhar uma queimadura solar. Para fornecer alguma proteção do sol no alpendre, utilize um tecido que faça sombra ou uma "cobertura anti-UV".

Verifique se o estendal da roupa constitui um perigo por estar posicionado muito em baixo e armazene as botijas de gás num lugar seguro.

Se a pessoa com Demência viver sozinha, verifique e limpe regularmente a caixa de correio. Se a pessoa gosta de ir buscar o correio, mas tem dificuldade em encontrar a caixa, pode pintá-la com uma cor diferente.

Se já não é possível levar a pessoa à zona exterior, incentive-a a sentar-se perto de uma janela com vista para o exterior. Pode colocar um vaso (para varandas e janelas) com vários tipos de flores, perto do sítio em que a pessoa se senta.

Vedações
Colocar uma vedação onde não existia nenhuma anteriormente, pode causar problemas para algumas pessoas com Demência. As vedações podem fazer com que a pessoa se sinta presa e frustrada e podem até fazer com que a pessoa tente sair. Vários cuidadores têm relatado que vedações, tais como as de painéis ou de palha são eficazes porque eliminam a pista visual para ir para o exterior. Plantar arbustos na parte interior da vedação, disfarça-a e minimiza a sensação de estar preso. Pode ser necessário elevar a altura da vedação para evitar que a pessoa a tente trepar.

Pode ser necessário fechar os portões com trincos, cadeados simples ou com um sistema que requeira a utilização das duas mãos.

Caminhos
Se possível, os caminhos devem ser largos, planos e antiderrapantes.
Idealmente, os caminhos devem levar a pessoa a lugares agradáveis no exterior tais como um jardim ou banco numa zona de sombra ou, então, orientar a pessoa para voltar a casa.

Retire as mangueiras e outros obstáculos das zonas de passagem, que possam provocar uma queda.

Se a pessoa deambular fora de casa à noite, faça caminhos seguros e certifique que estão bem iluminados. As luzes com sensor são úteis, mas podem ser confusas para algumas pessoas.

Lixo
Se a pessoa tende a vasculhar o lixo ou a comer comida estragada do lixo, feche o contentor, esconda-o, afaste-o do alcance visual ou coloque o lixo numa área fechada. Talvez um vizinho possa guardar o seu contentor de lixo.

Jardim
Retire do jardim todas as plantas venenosas que possam ser ingeridas. Retire as plantas pontiagudas que possam provocar ferimentos.

Se a pessoa com Demência gosta de jardinar, mas tem dificuldade em dobrar-se, faça um canteiro elevado. Pode delimitar o canteiro com tábuas de madeira.

Se a pessoa gosta de regar o jardim, mas esquece-se de desligar a torneira, pode instalar temporizadores nas mangueiras.

Piscina
É essencial colocar uma vedação à volta da piscina.

Abrigo de jardim e garagem
O acesso ao abrigo de jardim, à garagem e a atividades relacionadas com estes pode ser importante para algumas pessoas. No entanto, as substâncias e mercadorias perigosas e tóxicas devem ser trancadas. Isto pode incluir trancar ferramentas elétricas ou outros objetos, dependendo do nível de competências da pessoa e da sua capacidade de reconhecer e utilizar os objetos de forma adequada.

Se a pessoa com Demência conseguir utilizar com segurança ferramentas e outros artigos, estes devem ser colocados de forma a convidar a sua participação nas atividades e de modo a serem facilmente encontrados. Dependendo daquilo que a pessoa possa fazer com segurança, podem ser organizadas várias caixas de atividades, como por exemplo:
  • Caixa de jardinagem com luvas, ferramentas, sementes, vasos e mistura de terra para vasos;
  • Caixa de carpintaria com pedaços de madeira macia, ferramentas manuais de carpintaria e suprimentos;
  • Kit de reparação com alguns utensílios, peças de reposição e ferramentas


Adaptado de Alzheimer Australia