Pesquisa

Auxiliares de Memória

A perda de memória é um dos sintomas principais de Demência. Aqui são sugeridos alguns auxiliares que podem ajudar a compensar a falha de memória. Apesar das sugestões não serem aplicáveis a todas as pessoas ou situações, aqui pode encontrar uma possível solução para um problema particular que esteja a ocorrer em resultado da perda de memória.

Pode ser útil considerar quais das seguintes situações constituem problemas para a pessoa com Demência:
  • Encontrar as coisas;
  • Lembrar-se de fazer as tarefas;
  • Lembrar-se se as tarefas já foram feitas;
  • Utilizar o telefone ou aparelhos;
  • Orientar-se dentro e fora de casa;
  • Reconhecer pessoas;
  • Saber quem são, onde estão e onde estiveram

 

O que se pode tentar...


Notas e rotinas
Colocar um quadro ou placa de cortiça perto do frigorífico pode ser útil para escrever os números de telefone importantes, mensagens, tarefas do dia e para registar as visitas de amigos ou prestadores de serviços que a pessoa vai receber durante o dia.

A pessoa pode ter na mala um diário ou bloco de notas.

Compras e consultas
Fazer uma lista de compras pode tornar-se essencial para evitar que a pessoa com Demência se esqueça de algo ou que compre artigos em duplicado. Em alguns casos, os funcionários do supermercado podem ficar com a lista de compras e providenciar a entrega destas no domicílio.

Para ajudar a pessoa a lembrar-se de informações importantes quando vai a uma consulta, prepare as anotações, questões e documentos com antecedência e, coloque-os dentro de um envelope para a pessoa levar. Deixe o envelope na mesa do hall de entrada ou à porta. Se for necessário, providencie que a pessoa tenha companhia para ir à consulta, de modo a garantir que é fornecida e recebida informação adequada.

Faça um sinal para lembrar a pessoa da consulta, de modo a ajudá-la a despachar-se. Coloque o sinal num lugar proeminente, como por exemplo na mesa do pequeno-almoço.

Hora e data
Utilize relógios com números grandes. Verifique-os regularmente, caso a pessoa com Demência viva sozinha. Se a pessoa tiver dificuldade na utilização de relógios convencionais, tente a utilização de relógios digitais ou vice-versa.

Adquira um relógio com dia, data e hora e utilize-o em conjunto com um planificador diário. O planificador pode ser um calendário (com espaços grandes para escrever), um diário (com uma página por dia) ou um quadro branco.

Colocar um calendário semanal das visitas habituais, funcionários do centro de dia ou compromissos regulares perto do relógio e do calendário pode ajudar a pessoa a saber o que está programado para determinado dia.

Risque a tarefa ou a visita assinalada após ter sido realizada.
A entrega em casa do jornal diário ajuda a pessoa com Demência a saber o dia e a data. Retire regularmente os jornais antigos para que a pessoa não os confunda com o atual.

Telefone
As sugestões para a pessoa se manter a par das chamadas telefónicas, mensagens e até de ideias são:
  • Coloque os blocos de notas ao lado da mesa de refeições, telefone e cama;
  • Providencie um local para colocar as mensagens, tal como um placard ou a mesa do hall;
  • Arranje um livro de mensagens para a pessoa lembrar-se de todos os telefonemas que vai receber;
  • Coloque os números de telefone de emergência e os utilizados frequentemente num quadro branco perto do telefone
Se a pessoa viver sozinha, grave na memória do telefone o nome e o número de contacto do cuidador ou familiar, para permitir que a pessoa faça a chamada utilizando a função de marcação rápida do telefone.

Utilizar um telefone com teclado de números grandes pode facilitar a marcação correta dos números.

Chaves e artigos frequentemente utilizados
Coloque as chaves, óculos, carteira, dinheiro, máquina fotográfica, etc. sempre no mesmo lugar ou coloque-os todos juntos num sítio central (ex.: numa taça em cima da mesa ou dentro de um cesto na mesa do telefone). Para o caso da pessoa se esquecer, tome nota do local em que estão guardados e ponha a anotação num lugar acessível, como por exemplo no quadro em que coloca habitualmente os avisos.

Todas as fechaduras devem funcionar com uma chave mestra. Faça duplicados da chave para a família e vizinhos de confiança.

Para que a pessoa localize facilmente as chaves, torne-as mais visíveis ? junte-lhes por exemplo um bloco grande de madeira colorida ou uma chave gigante. Estabeleça um sítio regular para guardar as chaves, como por exemplo pendurá-las num gancho ao pé da porta.

Pode instalar um chaveiro ou um chaveiro com código de segurança num local discreto, no exterior da casa, para que os prestadores de serviços e vizinhos possam ter acesso à casa numa situação de emergência, caso a pessoa não consiga encontrar a sua chave para abrir a porta.

Medicamentos
Para que a pessoa se lembre de tomar os medicamentos, beber ou comer em intervalos regulares ao longo do dia, pode programar um alarme de aviso para determinadas horas.

Fotografias
Tire fotografias aos prestadores de serviços regulares, tais como funcionários do centro de dia, condutor do autocarro da junta de freguesia e funcionária do serviço de apoio domiciliário. Talvez seja possível, também, tirar uma fotografia do grupo de pessoas que frequentam o centro de dia. Coloque as fotografias no frigorífico ou no quadro branco, ao lado das anotações dos compromissos regulares ou das visitas habituais e identifique-as com nomes. Utilize as fotografias para preparar a pessoa para receber visitas.

Identidade
Mantenha uma ligação ao passado da pessoa, rodeando-a de fotografias antigas e objetos familiares.

Adaptado de Alzheimer Australia