Pesquisa

Escolher uma Unidade Residencial

Aqui pode encontrar informação para os familiares e cuidadores de pessoas com Demência que necessitam de transitar para cuidados residenciais. São discutidos alguns aspetos a considerar no processo de escolha de uma unidade residencial que atenda às necessidades da pessoa com Demência.

Procurar uma unidade residencial

Quando estiver a escolher uma unidade residencial, disponibilize tempo para considerar como é que esta irá atender às necessidades da pessoa com Demência. Por exemplo, a unidade residencial tem atividades apropriadas para a estimulação e segurança? Tem práticas adequadas para a pessoa que deambula?

É aconselhável que visite pelo menos três unidades. Telefone e marque uma visita com o diretor ou com a enfermeira chefe. Algumas unidades convidam os candidatos a residentes e os seus familiares e cuidadores para fazerem uma refeição durante a visita. Isto pode proporcionar uma oportunidade para falar com os outros residentes e sentir como é a unidade.

Pode ser útil levar consigo um amigo ou familiar e também uma lista de questões a colocar. Pode ter que visitar a unidade mais do que uma vez. Lembre-se que as primeiras impressões são importantes. Confie na sua intuição e senso comum.

Se a situação for urgente, a unidade da sua escolha preferencial poderá estar indisponível, ficando deste modo sob a pressão de aceitar a primeira cama disponível noutra estrutura.

Talvez tenha de decidir qual das necessidades da pessoa com Demência é mais importante. Por exemplo, em vez de a pessoa ter um quarto grande, poderá decidir que é mais importante a unidade localizar-se perto da sua casa, de modo a poder visitar a pessoa com facilidade. Talvez seja capaz de resolver quaisquer preocupações que tenha, por exemplo com o tamanho do quarto, falando com a equipa da unidade de modo a que a pessoa com Demência possa ter acesso a outras áreas.

Fazer a escolha

Precisa de avaliar a situação por si próprio e sentir-se confortável com qualquer escolha que faça. Isto poderá levá-lo a recusar a primeira oferta de cama disponível. Se a pessoa estiver num hospital, recusar a vaga poderá ser difícil. Alguns hospitais podem pressioná-lo a aceitar a primeira oferta. Se sentir que a vaga não é apropriada às necessidades da pessoa com Demência discuta esta situação com o médico responsável pela alta ou com a assistente social.

Se aceitar uma vaga que não corresponde à sua escolha preferencial, poderá transferir a pessoa para a unidade da sua escolha preferencial assim que existir uma cama disponível. Informe a unidade residencial que continua interessado e mantenha-se em contacto.

Qual é a melhor unidade residencial para pessoas com Demência?
A maioria das pessoas com Demência reage bem a ambientes familiares e pequenos, com lugares seguros para se poderem movimentar. A seguir apresentamos uma lista de características adequadas às pessoas com Demência. Utilizar a seguinte lista pode ajudá-lo quando visitar as diferentes unidades residenciais.

Lista para avaliar ambientes favoráveis para pessoas com Demência
  • A unidade faz a pessoa sentir-se como se estivesse em casa?
  • A pessoa conseguirá perceber facilmente como chegar à casa de banho a partir das diferentes zonas da unidade?
  • A unidade aceita pessoas de diferentes origens culturais?
  • As pessoas parecem relaxadas e confortáveis na unidade?
  • Existem objetos, colocados em áreas seguras, nos quais a pessoa possa bater ou tropeçar?
  • O residente consegue identificar claramente para onde se dirigir caso necessite de ajuda?
  • O quarto está decorado com mobílias de tipo caseiro, sem serem muito complicadas ou fonte de distração?
  • O quarto está decorado de uma forma com a qual o residente se sente confortável?
  • Existem locais sossegados e privados disponíveis?
  • Se se perdesse conseguiria ver qualquer coisa que o ajudasse a identificar onde está?
  • Os residentes têm um espaço exterior protegido do sol?
  • Cada residente dispõe de um espaço para colocar os seus pertences pessoais e especiais?
Adaptado de Kratiuk-Wall et al. In Cultural diversity and dementia, Commonwealth Australia, 1997

Lembre-se
Talvez possa discutir algumas características específicas da estrutura com os residentes, familiares e equipa da unidade.

A Alzheimer Portugal pode informá-lo sobre nomes e contactos de algumas unidades residenciais que possam ser apropriadas para a pessoa, na sua área de residência.

Adaptado de Alzheimer Australia