Pesquisa

Sugestões para visitar a pessoa com Demência

?As visitas regulares podem fazer uma diferença para si e para o bem-estar emocional da pessoa com Demência? Marion, cuidadora formal num lar residencial

O que é a Demência?
Demência é um termo utilizado para descrever doenças que provocam alterações progressivas na memória e pensamento.
Existem diferentes tipos de Demência, mas a forma mais comum é a Doença de Alzheimer. A Demência pode surgir em qualquer pessoa, mas é mais frequente a partir dos 65 anos de idade. A Demência não faz parte do envelhecimento normal.

Sugestões para as famílias, amigos e cuidadores

Visitar alguém com Demência e os seus familiares é importante para o bem-estar emocional deles. Contudo, as pessoas com Demência, geralmente, não são capazes de iniciar atividades ou entretê-lo a si, o visitante. Seguem-se algumas sugestões, que podem ser úteis ao visitar o seu amigo ou familiar, quer este resida em casa ou num lar residencial.

1. Desenvolva uma atitude flexível
Todos temos dias em que nos sentimos com muita ou pouca energia e o seu amigo ou familiar pode estar cansado no dia em que o for visitar. Quando as coisas não correrem como tinha planeado, lembre-se que a sua visita continua a ser importante, tanto para si como para a pessoa que está a visitar.

2. Seja gentil consigo mesmo
Visitar uma pessoa com Demência pode ser, por vezes, triste e
difícil, pelo que talvez necessite de suporte. Talvez possa levar consigo um amigo solidário ou planear fazer algo agradável para si próprio no caminho de regresso a casa.

3. Leve algo consigo
Pode estimular o envolvimento da pessoa que vai visitar, levando consigo uma revista ou jornal. Juntos, podem ler os artigos interessantes ou fazer um questionário. Leve flores, doces ou fotografias/postais antigos. Estes podem tornar-se numa atividade que ajuda à estimulação e reminiscência.

4. Estabeleça um ritual de visita
Em todas as visitas, diga e faça as mesmas coisas à chegada e à partida. Isto vai ajudar o seu parente ou amigo. Apresente-se à chegada. Por exemplo diga "Olá mãe, sou eu, a Elisabete, sua filha ". Lembrar o seu nome e o vosso parentesco reduz a ansiedade do seu amigo ou familiar. Não o faça adivinhar.

5. Escreva cartas e postais
Escrevam, em conjunto, uma carta para um amigo comum ou familiar. Isto pode promover e manter ligações importantes na vida da pessoa com Demência.

6. Apresente-se à equipa
Se visitar uma unidade de cuidados residenciais, apresente-se e informe o seu grau de parentesco com a pessoa que está a visitar.

7. O silêncio não é algo negativo
Tente aprender a desfrutar dos momentos de tranquilidade.

8. Providencie uma bebida
Uma chávena de café, chá ou copo de água vão ajudar o seu amigo ou familiar a ingerir líquidos, socializar e a manter os ?antigos? padrões de hospitalidade.

9. Falar não é tudo
Abraçar, fazer uma massagem nas mãos e pescoço e dar as mãos, pode substituir ou complementar a conversa.

10. Comece a fazer um livro de coisas importantes a lembrar
Este pode ser escrito e lido por todos os visitantes e funcionar como um estimulante da memória do seu amigo ou parente.

11. Faça um livro de vida
Esta é uma ótima maneira de validar a vida do seu amigo ou familiar e
recordar feitos antigos. Construam-no durante as visitas. Este projeto pode tornar o vosso tempo juntos ainda mais agradável e especial.

12. Considere a realização de tarefas
Cosa etiquetas na roupa, ajude na hora das refeições ou leve a pessoa que está a visitar a dar um passeio. Isto para além de beneficiar a pessoa, irá manter o seu papel vital e ajudá-lo a sentir-se útil e importante. Irá, ainda, auxiliar a equipa da unidade residencial.

13. Toque um instrumento ou cante
Se for músico, considere tocar um instrumento ou cantar para o seu amigo ou familiar. A música promove o relaxamento, o regresso de memórias agradáveis e sentimentos de tranquilidade e segurança.

14. Leve consigo um animal ou o seu animal de estimação
A visita de um animal de estimação muito amado pode melhorar a saúde emocional e o bem-estar do seu amigo ou parente. Se a visita decorrer num lar residencial, converse com a equipa antes de levar o animal consigo.

15. Saiba que a sua visita faz diferença
As pessoas que vivem em lares residenciais necessitam de apoio emocional para o seu bem-estar e quando têm visitas semanais regulares apresentam menor propensão a ficar deprimidas.

16. Se necessário, fale com alguém
Existem muitas questões em torno da mudança de papéis e da tristeza que afeta as famílias, amigos e cuidadores de pessoas com Demência. É muito importante cuidar de si próprio.

Adaptado de Alzheimer Australia