Pesquisa

Carta

É com tristeza que informo que o meu pai, senhor Alfredo Augusto Dias, faleceu no passado dia 15 de Dezembro, depois de prolongada doença, que caracteriza a doença de Alzheimer, sendo particularmente difíceis nos últimos dois anos, apesar dos cuidados tidos para retardar o mais possível a sua evolução.

Quero salientar, neste aspecto, o acompanhamento médico que nos foi dispensado pelo senhor Dr. João Umbelino, que foi muito importante para o prolongamento da qualidade de vida de meu pai. Gostava, ainda, de pôr em relevo o contributo do senhor Dr. João Umbelino, não só como médico, pelo conhecimento que revelou das implicações da doença e as características da sua evolução, mas também pelo acompanhamento dos familiares, nesta situação tão particular de vermos progressivamente e lentamente, como o caso de meu pai, um homem muito activo e empenhado no seu trabalho, perder progressivamente as suas capacidades intelectuais, até chegar ao ponto de deixar de nos reconhecer.

Neste contexto, gostaria de agradecer publicamente ao senhor Dr. João Umbelino, através da nossa revista, os cuidados tidos e à dedicação a meu pai, ao longo dos anos de que dele tratou, como exemplo de referência na relação com o doente e com os seus familiares.

Finalmente, quero agradecer à Associação a ajuda que nos proporcionou, quer pelas informações que nos fez chegar sobre a doença, quer pelas informações dos assistentes sociais, sempre que solicitadas, quer, com particular relevo, na defesa dos direitos de meu pai, através do senhor Dr. Paulo Varzielas, que me foi aconselhado pela Associação, face ao contexto familiar que o meu pai vivia.


José de Jesus Brilhante Dias
2006