Pesquisa

Alterações de Memória

A perda de memória é um dos sintomas principais de Demência. Todas as pessoas se esquecem ocasionalmente de qualquer coisa, mas a perda de memória da Demência é muito diferente. É persistente e progressiva, não sendo apenas ocasional. Pode afetar a capacidade para continuar a trabalhar e executar tarefas familiares, bem como significar dificuldade em encontrar o caminho para casa. Eventualmente poderá fazer com que a pessoa se esqueça de como se vestir ou tomar banho.

Exemplos de esquecimento normal são: ir à cozinha e esquecer-se por que motivo lá foi ou esquecer-se do sítio em que colocou as chaves do carro. Todavia, a pessoa com Demência pode perder as chaves do carro e esquecer-se para que servem.

Pontos-chave sobre o esquecimento normal

  • A alteração da memória é a mudança de que mais nos queixamos à medida que envelhecemos;
  • O conhecimento atual sobre as alterações que a memória sofre à medida que envelhecemos é muito mais positivo do que antigamente. A alteração da memória decorrente de um envelhecimento saudável não interfere na vida quotidiana de um modo dramático;
  • Todas as pessoas são diferentes e o efeito do envelhecimento na memória também difere de pessoa para pessoa;
  • A investigação recente descreve o efeito do envelhecimento nos processos de atenção, na capacidade de memorizar informação nova, no tempo que demoramos a lembrarmo-nos das coisas e nas situações em que temos a palavra ?debaixo da língua?;
  • A investigação sugere, também, que a memória imediata e a memória remota não se modificam à medida que envelhecemos

 

Descrição
Pessoa com Demência
Pessoa Idosa
Eventos
Pode esquecer-se de parte ou da totalidade do evento
A memória pode, por vezes, ser vaga
Palavras ou nomes para coisas ou objetosEsquece-se progressivamente
Pode esquecer-se de vez em quando; palavras ou nomes estão ?debaixo da língua?
Instruções verbais e escritas
Aumento progressivo da incapacidade para seguir
Consegue seguir
Enredo de histórias - TV, filmes e livros
Perde progressivamente a capacidade para seguir
Consegue seguir
Informação armazenada
À medida que o tempo passa perde informação anteriormente conhecida, tal como informação histórica ou política
Embora demore mais tempo a lembrar-se, a informação permanece essencialmente retida
Atividades de Vida Diária, tais como vestir-se ou cozinhar
Perde progressivamente a capacidade para executar as tarefas
Retém a capacidade, a não ser que esteja fisicamente incapacitada

 

 Desconstruir os mitos sobre a memória

  • Mito Número Um

O esquecimento é um sinal que de existe alguma coisa errada no seu cérebro.

Facto
Se não possuíssemos a capacidade de esquecer, enlouqueceríamos. A capacidade de lembrar o que é importante e de esquecer o resto deve ser estimada.

 

  • Mito Número Dois

Perdemos 10.000 neurónios diariamente, pelo que um dia eles acabam.

Facto
Este medo é exagerado. De facto, algumas partes do cérebro perdem neurónios, mas não no sítio em que o processo de pensamento ocorre. Podemos perder algumas conexões nervosas, mas também é possível através do exercício mental desenvolver novas conexões ou manter as existentes.

 

  • Mito Número Três

Para sabermos se a nossa memória é normal, devemos comparar-nos com os outros.

Facto
Na população geral existe uma grande variedade de capacidades. Um indivíduo pode ao longo da sua vida, ter variações na memória. Tal como umas pessoas têm talento para a música e outras não, algumas são naturalmente dotadas na capacidade de memorizar.

Dicas para manter a sua memória ativa

Até à presente data, não existe qualquer forma de prevenção ou cura para a Demência. No entanto, seguem-se algumas dicas para manter o seu cérebro em forma e a memória ativa:

  • Evite substâncias nocivas. Abusar de álcool ou drogas danifica as células cerebrais;
  • Desafie-se a si próprio. Ler muito, manter-se mentalmente ativo e aprender novas competências fortalece as conexões cerebrais existentes e promove o desenvolvimento de novas;
  • Confie mais em si mesmo. Se a pessoa sentir que tem controlo sobre a sua vida, a química cerebral melhora;
  • Relaxe. A tensão pode prolongar uma perda de memória;
  • Certifique-se que dorme de forma adequada e regular;
  • Mantenha uma alimentação equilibrada;
  • Preste atenção. Concentre-se naquilo de que quer lembrar-se;
  • Minimize e resista a distrações;
  • Utilize um bloco de notas e um calendário ou agenda. Embora isto não mantenha a memória ativa, pode compensá-lo no caso de um lapso de memória;
  • Faça as coisas com calma;
  • Organize os seus pertences. Utilize um lugar especial para as coisas essenciais tais como chaves do carro e óculos;Numa conversa, repita os nomes das pessoas que conheceu recentemente



Adaptado de Alzheimer Australia