Pesquisa

Testemunhos | Grupo Psicoeducativo

Alzheimer Portugal
O primeiro Grupo Psicoeducativo para Cuidadores da Alzheimer Portugal teve lugar em Sintra e terminou a semana passada. Veja aqui os comentários
Autor Tatiana Nunes 
Data 10-07-2020 



O primeiro Grupo Psicoeducativo para Cuidadores da Alzheimer Portugal teve lugar em Sintra e terminou a semana passada.

Estes grupos consistem num espaço privilegiado e regular para trabalhar os desafios que se colocam quando se assume o papel de cuidar de uma Pessoa com Demência, funcionando entre pares e com a facilitação de um moderador com formação específica.




 
No final de um processo tão significativo, os participantes não quiseram deixar de partilhar alguns comentários: 
  • “Levamos como tesouro tudo o que aprendemos, tudo o que nos corrigimos, a nossa amizade. Tudo isto tem muito mais valor do que um baú cheio de moedas.”
  • “A mais-valia somos NÓS. Se não fossemos nós, não conseguiríamos. O NÓS não é cada um individualmente e sim, o todo.”
  • “Tenho muito respeito por tudo o que me têm dito, pois ainda me é difícil aceitar a demência da minha mulher. Com o Grupo, com o que me têm dito, a pouco-e-pouco, tenho conseguido encarar com maior seriedade a demência da minha mulher.”
  • “A participação no Grupo permitiu aperfeiçoar algumas coisas. Algumas formas de lidar com a nossa doente. Permitiu estar mais alerta para os sintomas das infeções urinárias. Por outro lado, é sempre bom sentir que temos alguém do outro lado que nos compreende.  Aprendi que posso pedir uma opinião. Sinto o valor de uma boa amizade.”
  • “Com o Grupo aprendi que preciso de tempo para mim e de dar continuidade à minha vida. Fez-me pensar no futuro e em como será importante aproveitar melhor as coisas do dia-a-dia.” 
  • “Com o Grupo fiquei mais desperto para a importância de tratar do Regime do Maior Acompanhado e dei início ao processo.”
  • “Com o Grupo passei a confiar mais em quem possa vir cá a casa, para me ajudar a cuidar.”
  • “Transmitir ao Grupo a minha ajuda, as minhas ideias, como também o que sinto, foi muito importante.”
  • “A morte súbita de um dos cuidadores que constituía o Grupo, foi para mim uma lição em como a vida facilmente nos põe de lado. Ajudou-me também a interiorizar que não somos insubstituíveis.”
  • “Ver no Grupo 2 homens, 2 grandes companheiros, duas bonitas histórias de amor. Aliás, inicialmente eram 3. Foi para mim a prova do que é a realidade de um casamento nas horas boas e nas horas más. Ajudou-me também a desconstruir a ideia menos positiva que tinha do género masculino no cuidar. Por outro lado, tive também alguém no Grupo que funcionou para mim como espelho para ver o que me pode vir a acontecer e, apesar de muito duro, foi bastante importante para me dar força.”
  • “O Grupo deu-me esperança para melhorar o dia-a-dia do meu familiar e o meu próprio.”



O segundo Grupo Psicoeducativo já teve inicio no dia 8 de julho!