Pesquisa

Decisão da EMA em relação ao Aducanumab

Medicamentos
Aducanumab rejeitado pela Agência do Medicamento Europeia como medicamento para tratar a Doença de Alzheimer
Autor Tatiana Nunes 
Data 17-12-2021 
O anticorpo monoclonal Aducanumab foi rejeitado, pela Agência do Medicamento Europeia (EMA), como medicamento para tratar a Doença de Alzheimer. 

Há alguns meses, a Food and Drug Administration (FDA), entidade governamental responsável por aprovar e regular a comercialização dos medicamentos nos Estados Unidos, tinha concedido uma licença urgente para utilização deste fármaco nas formas ligeiras de Doença de Alzheimer alegadamente porque, numa revisão parcelar de ensaios clínicos efetuados, parecia haver algum benefício para as Pessoas com essa doença.

A posição da EMA é baseada na convicção de que os possíveis benefícios do medicamento não contrabalançam os riscos, para a saúde, associados à sua utilização.

Outros medicamentos estão em estudo e os cientistas continuam e prosseguem a luta contra esta doença que, um dia, será vencida.