Pesquisa

Ageing in Place

Sociedade
Envelhecimento em casa e na comunidade – António M. Fonseca
Autor Tatiana Nunes 
Data 06-07-2021 
Após a publicação em 2018 do Guia de Boas Práticas Ageing in Place, decorreu ontem, na Fundação Calouste Gulbenkian a apresentação do estudo Ageing in place – envelhecimento em casa e na comunidade, com a participação de Catarina Alvarez, responsável pelas Relações Institucionais da Alzheimer Portugal.

Coordenado pelo Professor António M. Fonseca, o estudo tem por objetivo sistematizar e evidenciar modelos e estratégias implementados em Portugal e noutros países, que se enquadrem nos princípios do bem-estar e da qualidade de vida de pessoas idosas, sobretudo as que vivem mais isoladas.

Com a preocupação no bem-estar e a qualidade de vida das pessoas idosas, sobretudo as que vivem mais isoladas, a Fundação Calouste Gulbenkian apoia um conjunto de entidades com experiência no desenvolvimento de projetos particularmente focados no combate ao isolamento das pessoas mais velhas.

A partir do levantamento das boas práticas para um envelhecimento em casa e na comunidade, de projetos que contribuem para a preservação das pessoas mais velhas nos seus ambientes, onde têm as suas referências, vivem em segurança e participam ativamente na vida comunitária, como preconiza a Organização Mundial da Saúde, a Fundação resolveu acrescentar valor e chamar a si o reforço das capacidades instaladas e a capacitação das equipas responsáveis por estes projetos, contribuindo assim para melhorar o impacto na qualidade e abrangência das intervenções em curso.