Pesquisa

Plano de operacionalização de visitas Casa do Alecrim

Alzheimer Portugal
De acordo com a norma da DGS, as visitas à ERPI poderão ser retomadas a partir de segunda feira dia 18 com as devidas precauções de segurança.
Autor Tatiana Nunes 
Data 15-05-2020 

18 de maio de 2020

Responsável: Margarida Matos

De acordo com a norma da DGS, as visitas à ERPI poderão ser retomadas a partir de segunda feira dia 18 com as devidas precauções de segurança.
É com algum desgosto, mas cientes de que temos de proteger os nossos residentes, que a Casa do Alecrim se vê obrigada a elaborar normas para a realização das visitas.

Como sabem, o nosso lema é: as visitas podem vir sempre e a todas as horas desde que não prejudiquem o bom funcionamento da instituição.
É assim que funcionamos há 6 anos e é na esperança de voltarmos a funcionar assim que agora definimos as regras seguidamente descritas.

As visitas decorrerão de 2ª a 6ª feira em horário previamente marcado com Margarida Matos (936247492) e terão, nesta fase inicial, um período máximo de 30 min.

Cada utente só receberá uma pessoa de cada vez e, até novas orientações, deverá ser sempre a mesma.

Cada visita só poderá ocorrer uma vez por semana e no máximo um visitante por residente.

Os visitantes serão recebidos por Margarida Matos que dará todas as indicações no que respeita a uso da máscara, desinfeção das mãos (álcool gel) e dos sapatos (alcosan) e relembra as regras de etiqueta respiratória.



Os visitantes terão que utilizar máscara cirúrgica certificada que é da sua responsabilidade adquirir e deverão mantê-la durante todo o período de permanência na instituição.

A Casa do Alecrim aderiu ao programa “máscaras acessíveis” - 0,25€ cada unidade.

Os visitantes não podem levar objetos pessoais, géneros alimentares ou outros produtos.

Os visitantes não podem sair da sala, nem circular pela instituição, nem utilizar as nossas instalações sanitárias.

Uma vez que as Pessoas com Demência precisam de mais estímulos na relação e a comunicação verbal não é suficiente, irá ser permitido estar a uma distância inferior a 2 metros e será permitido o toque somente nas mãos (não tocar nas roupas nem na face).

No final da visita, a pessoa responsável (Margarida Matos) irá acompanhar o visitante até à porta e responsabilizar-se-á pela lavagem/ desinfeção das mãos do residente.

A desinfeção do espaço também será da sua responsabilidade.

Horários disponíveis que terão de ser previamente marcados:
10.30-11.00h
14.00-14.30h
14.40-15.10h
15.20-15.50h



As pessoas com sinais ou sintomas sugestivos de COVID-19 ou com contacto com um caso suspeito ou confirmado de COVID-19 nos últimos 14 dias, não devem realizar ou receber visitas.
Uma vez que a visita só decorrerá, nesta fase inicial, uma vez por semana, pede-se aos familiares que, se tiverem de ir às compras ou à farmácia, se organizem para ir no dia imediatamente a seguir à visita, e não antes, para que se possa diminuir o risco.
Sabe-se que a média para o aparecimento dos sintomas é de 5/6 dias.

Para facilitar a organização sugere-se que marquem um horário e que seja sempre o mesmo.
A Casa do Alecrim tem feito um grande esforço no sentido de reduzir o risco de contágio aos nossos residentes, grupo de maior risco na sociedade.
O facto de a Casa do Alecrim permitir as visitas e voltar aos horários normais de trabalho acarreta um risco superior. Pede-se aos familiares, assim como pedimos aos colaboradores, que mantenham o distanciamento físico recomendado de 2 metros entre si. Não exigiremos tal entre o familiar e o cliente.
Os visitantes que testem positivo para a COVID-19 devem informar a Casa do Alecrim e a autoridade de saúde local imediatamente após saberem o resultado.
Mediante situação epidemiológica específica (local ou da instituição), pode ser determinado, em articulação com a autoridade de saúde local, a suspensão de visitas à instituição por tempo limitado.
   


 Local de visitas:
Piso 1
As visitas do piso 1 à chegada alertam por telemóvel Margarida Matos e deverão dirigir-se à porta de evacuação de incêndio no topo do edifício.
As visitas serão realizadas no quarto designado para o isolamento. A janela do quarto deve manter-se aberta.
Na extrema necessidade de usar o wc, poderá ser usado o do quarto e, no final da visita, os familiares deverão informar que o utilizaram, para que se proceda à respetiva desinfeção.

Piso 0
As visitas do piso 0 deverão alertar Margarida Matos da sua chegada e dirigir-se à porta de entrada da instituição e aguardar entre as portas de vidro até chegar o responsável pelas visitas.
As visitas serão realizadas na sala de Fisioterapia. A janela do quarto deve manter-se aberta.
Na extrema necessidade de usar o wc poderá ser usado o wc contiguo, no final da visita os familiares deverão informar caso tenham usado o wc para se proceder à respetiva desinfeção.