No âmbito do Dia Internacional dos Museus, que se assinala hoje dia 18 de maio, a Fundação Portuguesa das Comunicações realiza entre as 14h30 e as 16h30, um debate/reflexão onde será abordada a problemática da solidão e do isolamento social e o papel dos museus no combate ao mesmo.

A Alzheimer Portugal foi convidada para participar nesta iniciativa e vai apresentar o programa “Marcar o Lugar” – Encontros no Museu.

Este programa tem como objetivo proporcionar às Pessoas que vivem com Demência e aos seus Cuidadores a oportunidade de participarem, em grupo, em atividades significativas em contexto de museu. Visa aumentar o bem-estar, a qualidade de vida e a inclusão social dos participantes através da fruição de obras de arte e da experimentação de processos artísticos e participativos. Cada programa decorre ao longo de seis sessões, ao ritmo de uma por semana. Atualmente, esta oferta específica está disponível no Museu de Lisboa e no MAAT, sendo que se estão a desenvolver esforços para, a breve trecho, replicar o referido programa em outros museus do País.

Saiba mais sobre este tema no nosso site em:

https://alzheimerportugal.org/marcarolugar/